quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

VOCÊ QUER ISSO PRA 2010???




Vamos deixar que entrem

Que invadam o seu lar

Pedir que quebrem

Que acabem com seu bem-estar

Vamos pedir que quebrem

O que eu construi pra mim







Que joguem lixo

Que destruam o meu jardim








Eu quero o mesmo inferno

A mesma cela de prisão

- a falta de futuro

Eu quero a mesma humilhação

- a falta de futuro







Vamos deixar que entrem
Que invadam o meu quintal
Que sujem a casa
E rasguem as roupas no varal

Vamos pedir que quebrem
Sua sala de jantar
Que quebrem os móveis
E queimem tudo o que restar



Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão
- a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação
- a falta de futuro
Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão
- a falta de futuro

O mesmo desespero


Vamos deixar que entrem
Como uma interrogação
Até os inocentes
Aqui já não tem perdão


Vamos pedir que quebrem
Destruir qualquer certeza
Até o que é mesmo belo
Aqui já não tem beleza


Vamos deixar que entrem
E fiquem com o que você tem
Até o que é de todos
Já não é de ninguém

Pedir que quebrem
Mendigar pelas esquinas
Até o que é novo
Já esta em ruinas


Vamos deixar que entrem
Nada é como você pensa
Pedir que sentem
Aos que entraram sem licença


Pedir que quebrem
Que derrubem o meu muro
Atrás de tantas cercas
Quem é que pode estar seguro?



Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão
- a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação
- a falta de futuro
Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão
- a falta de futuro
O mesmo desespero
.
.
Eu desejo que 2009 marque " o fim dessa era em que sentimos as nossas vidas morrerem através de janelas..."
Desejo que em 2010 "não mais respeitaremos nenhuma lei que diga que não podemos ser felizes..."
Desejo que ao primeiro raiar de sol de amanhã seja declarado "o fim destas lágrimas e que joguemos nossos braços aos céus e não olhemos mais para trás..."
Desejo para todas melhores escolhas em 2010!!!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Que valor você tem?


Durante os mais de dois anos em que estou aqui me deparei inúmeras vezes com pessoas que se sentiam desvalorizadas, anuladas pelos outros, sem auto-estima...


Outro dia, uma pessoa que amo muito me disse a seguinte frase:


"Estou batalhando diariamente contra a minha falta de confiança tanto pessoalmente como profissionalmente. Talvez minha falta de confiança que me faz trabalhar mais que todos e me faz perder o sono por não ser o que as pessoas que me rodeiam esperam que eu seja..."


É possível ser o que as pessoas esperam de nós?

É possível atender a todas as expectativas dos outros a nosso respeito?

Tentar fazer isso não é tentar alcançar o inalcançável?

Tentar ser qualquer coisa que não o que somos não é criar uma ficção a respeito de nós mesmos?

Qual o preço que pagamos por tentar atender a essas expectativas?



Pensando nisso, lembrei de uma parábola antiga que muitos devem conhecer mais que vale a pena relembrar:

.

"Alguém disse pra um amigo: "me sinto tão pouca coisa, me sinto tão sem valor, acho que não sirvo pra nada, que não tenho forças para fazer nada. O que posso fazer para que me valorizem mais?



O amigo, sem olha-lo, disse: - "Sinto muito mas não posso te ajudar agora, devo primeiro resolver o meu próprio problema. Se você me ajudasse, eu poderia resolver este problema com mais rapidez e depois talvez possa te ajudar."



"Claro", gaguejou o jovem, mas se sentiu outra vez desvalorizado e hesitou em ajudar seu amigo. O amigo tirou um anel que usava no dedo pequeno e disse:

- Vá até o mercado. Devo vender esse anel porque tenho que pagar uma dívida. É preciso que obtenhas pelo anel o máximo possível, mas não aceite menos que uma moeda de ouro. Vá e volte com a moeda o mais rápido possível.



O jovem pegou o anel e partiu. Mal chegou ao mercado começou a oferecer o anel aos mercadores. Eles olhavam com algum interesse, até quando o jovem dizia o quanto pretendia pelo anel. Quando o jovem mencionava uma moeda de ouro, alguns riam, outros saiam sem ao menos olhar para ele, mas só um velhinho foi amável a ponto de explicar que uma moeda de ouro era muito valiosa para comprar um anel. Tentando ajudar o jovem, chegaram a oferecer uma moeda de prata e uma xícara de cobre, mas o jovem seguia as instruções de não aceitar menos que uma moeda de ouro e recusava as ofertas.



Depois de oferecer a jóia a todos que passaram pelo mercado, abatido pelo fracasso ele voltou. O jovem desejou ter uma moeda de ouro para que ele mesmo pudesse comprar o anel, assim livrando a preocupação de seu amigo e assim podendo receber ajuda e conselhos.Entrou na casa e disse: - Sinto muito, mas é impossível conseguir o que me pediu. Talvez pudesse conseguir duas ou três moedas de prata, mas não acho que se possa enganar ninguém sobre o valor do anel.



- Importante o que disse meu jovem, contestou sorridente. - Devemos saber primeiro o valor do anel. Volte ao mercado e vá até o joalheiro. Quem melhor para saber o valor exato do anel? Diga que quer vender o anel e pergunte quanto ele te dá por ele. Mas não importa o quanto ele te ofereça, não o venda Volte aqui com meu anel.



O jovem foi até o joalheiro e lhe deu o anel para examinar. O joalheiro examinou o anel com uma lupa, pesou o anel e disse: - Diga ao seu amigo, se ele quer vender agora, não posso dar mais que 58 moedas de ouro pelo anel.



- 58 MOEDAS DE OURO!!! Exclamou o jovem.



- Sim, replicou o joalheiro, eu sei que com tempo eu poderia oferecer cerca de 70 moedas , mas se a venda é urgente...


O jovem correu emocionado a casa do amigo para contar o que ocorreu.


- Senta. Disse o amigo e depois de ouvir tudo que o jovem lhe contou disse:


- Você é como esse anel, uma jóia valiosa e única. E que só pode ser avaliada por um expert. Pensava que qualquer um podia descobrir o seu verdadeiro valor??? E dizendo isso voltou a colocar o anel no dedo.


- Todos somos como esta jóia: Valiosos e únicos e andamos por todos os mercados da vida pretendendo que pessoas inexperientes nos valorizem."


Em todo esse tempo que estou aqui, tive a sorte e a felicidade de encontrar pessoas incríveis. Convivi com pessoas sensíveis, inteligentes, estudiosas, boas filhas, boas amigas, dedicadas, gentis e etc. Sabe o que todas elas tinham em comum? Nenhuma sabia do seu verdadeiro valor. Todas elas queriam ser o que elas achavam que os outros esperavam delas e com isso iam se esquecendo de quem eram de verdade e iam perdendo as suas melhores características, aquelas que realmente tinham valor.

E eu pergunto:

"E se a questão não for por que é tão raro você ser a pessoa que realmente quer ser, e, sim, por que é tão raro você querer ser a pessoa que realmente É? (Oriah M. Dreamer)


Em 2010 desejo a todas vocês que vocês sejam exatamente o que são!


O blog continua ativo!

Um grande beijo!

Amo vocês!

sábado, 26 de setembro de 2009

Olá!

Comunico o encerramento das atividades do Thinspo.

O blog vai continuar ativo.

A todo mundo que esteve comigo durante esses dois anos eu queria dizer muito obrigada e pedir desculpas por qualquer falha.

Um beijo no coração.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Quero ver se você tem atitude se vai encarar...



Outro dia tava cantarolando a música “Cabide” quando uma das meninas do Thinspo me ligou. Durante a conversa disse a ela que escreveria um post com o refrão dessa música... pois bem, aqui está...

Hoje o blog Perfection faz dois anos!!!
Uau! Eu mesma me espanto!
Olhando pra trás e vendo todo o caminho percorrido até aqui, chego a me emocionar. Conheci pessoas incríveis e com elas estabeleci uma relação de verdadeira amizade, de muito carinho e respeito. Com elas troquei confidências e conheci um mundo secreto que escondia muita dor e sofrimento.
Há dois anos, o que eu mais ouvia dessas pessoas era que anorexia era um “estilo de vida”. Foi fantástico pra mim ver que pessoas que antes pensavam assim, amadureceram, evoluíram e trocaram a ana e a mia por um modo mais realista de ver a vida. Compreenderam que a ana e a mia eram formas inúteis de fugir de dores antigas que não cessavam de incomodar. Hoje muitas delas estão tomando uma atitude em relação às suas vidas e estão encarando suas dores sem subterfúgios.
Ainda hoje vejo pessoas nos blogs em seus mundos de imaginação em que a ana e a mia ocupam a posição de personagens míticos salvadores que irão conduzi-las à perfeição. Quão real é isso? Isso é mesmo possível?
Outro dia recebi o seguinte comentário no meu blog:
“Anorexia não é doença, é um estilo de vida, e um dia todas vamos ser perfeitas!”
“Um dia todas vamos ser perfeitas...” Isso não parece um conto de fadas? Será que alguém acredita nisso mesmo?
No meu MSN tem um contato cujo nick é: “você quer saber até onde vai meu limite? Então veja a partir de agora!”
Sabe há quanto tempo eu vejo essa frase entrar e sair? Quase dois anos...
Isso por si só já diz muita coisa, não?
Olhe pra sua vida...
O que você fez nos últimos dois anos?
Olhe pra sua vida hoje, o que essa busca por perfeição te trouxe além de sofrimento?
Onde você quer estar nos próximos dois anos?
Que tal fazer projetos realísticos para essa semana ou para a próxima?
Que tal se perguntar essa semana por que você usa a comida como punição?
Que tal ao invés de tentar fazer um NF radical você tentar radicalmente não ter uma compulsão? Que tal você encarar sua vida tal como ela é e ter atitude para mudá-la da maneira que você pode, um pouco a cada dia?
Hoje, nos meus dois anos de blog, eu desejo pra vocês e pra mim:
“serenidade para aceitar aquilo que não pode ser modificado...
coragem para mudar o que deve e pode ser mudado...
e sabedoria para distinguir uma coisa da outra..."
E também quero pra todas nós:
“beijos sem tréguas
Quero sete mi'léguas
Sem descansar
Quero ver
Se você tem atitude
Se vai encarar...”

E aí, vai encarar?



quinta-feira, 23 de julho de 2009

...


Há um pouco mais de dois anos recebi uma ligação de uma amiga. Ela me disse:

-"tá passando uma peça fabulosa chamada 'Alma Imoral' (Nilton Bonder), você pecisa assistir!

- Onde tá passando?

- "no Rio de Janeiro!"


Peguei o avião, fui assistir a peça e comprei o livro de mesmo nome...


Entre muitas coisas desse livro está um capítulo chamado "Conterrâneos de alma":


"No salmo 119, é dito a D'us: 'Eu sou um estrangeiro na terra, não esconde de mim teus mandamentos." Sobre esse versículo o rabi Baruch comnou: 'Aquele que experimenta o exílio e chega a uma terra alienígena, nada tem em comum com as pessoas do lugar e ninguém com quem conversar. Mas se um segundo estrangeiro chegar, mesmo que ele seja de um lugar totalmente ditinto do primeiro, os dois possuem muito em comum e se identificam, criando vínculos de forte amizade...


A peça e o livro me tocaram fundo na alma.

Dois meses depois peço demissão do meu emprego público federal...

Nesse meio tempo, encontro aqui na internet um pedido de socorro de alguém que queria sair das garras da "Ana". Resolvo responder a esse pedido de ajuda e assim surge o blog perfection.


Aqui no blog conheci pessoas maravilhosas, estrangeiras como eu, e estabeleci com elas fortes vínculos de amizade.

Nesse encontro, descobri que a anorexia não revelava o que essas pessoas eram e sim que a anorexia escondia a melhor parte dessas pessoas.

Resolvi fazer mestrado para tentar revelar não a doença mas o sujeito por trás da doença. Na Universidade e na literatura científica sobre anorexia o sujeito que sofre desse sintoma é confundido com a própria doença.

Na minha dissertação de mestrado eu tentava mostrar exatamente esse equívoco dos profissionais que tratam de anorexia.

Durante todo o trajeto do mestrado tive que lidar com a total inflexiblidade do meu orientador em relação a esse tema e pior, tive que participar da farsa de ir para a qualificação do trabalho sem que ele sequer tivesse lido o trabalho e me orientado.

Na qualificação do trabalho (que é feito diante de uma banca) tive a surpresa de que a outra pssoa da banca também não havia lido o trabalho.

Um dos comentários que mais me chocaram foi esse:

"Quando você fala desse pedido de socorro que você viu na internet, você tem que ter cuidado porque isso é típico de anoréxica falsa, porque a anoréxica verdadeira não pede ajuda..."


Como dizer pra essa senhora jurássica que isso não era verdade? Como dizer que o sofrimento dessa garota que pediu ajuda era real sim pq eu vi de perto isso? Como dizer pra ela que meu trabalho era exatamente sobre profissionais incompetentes como ela?


Isso aconteceu há três semanas. E, desde lá, e venho ruminado essa história.

Ontem eu me deparei como seguinte texto:



Nele percebi que eu tava precisando virar a mesa de novo não só com isso mas com outras coisas também...

Cheguei novamente à mesma conclusão de dois anos atras: nada vale o preço de nossa felicidade...


Que assim seja!


Adoro vocês!


domingo, 19 de julho de 2009

TRADUZIR-SE

Uma parte de mim
é todo mundo
outra parte é ninguém
fundo sem fundo.
Uma parte de mim
é multidão
outra parte estranheza
e solidão.
Uma parte de mim
pesa, pondera
outra parte
delira.
Uma parte de mim

almoça e janta
outra parte
se espanta.
Uma parte de mim
é permanente
outra parte
se sabe de repente.
Uma parte de mim
é só vertigem
outra parte,linguagem.
Traduzir-se uma parte
na outra parte
que é uma questão
de vida ou morte
será arte?
(Ferreira Gullar)

http://www.youtube.com/watch?v=G7HLmz4NvhM


20/07 - Dia do Amigo

segunda-feira, 8 de junho de 2009

MÍDIA X ANOREXIA

video

Oi Meninas!

Esse vídeo é muito impactante...

Hoje, ao invés de falar, queria "escutar" vocês...

É muito comum se relacionar anorexia/bulimia aos padrões de beleza ditados pela mídia...

Existe mesmo alguma relação entre mídia e anorexia? Qual a sua opinião?

Quais os principais fatores que podem levar alguém à anorexia/bulimia?

Aguardo por vocês nos comments...

domingo, 24 de maio de 2009

GOSTAVA TANTO DE VOCÊ...


(Recebi um email que falava da história da música "Gostava tanto de você" e a partir dele fiz esse post... )
"Não sei por que você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar
Você marcou a minha vida
Viveu morreu na minha historia
Chego a ter medo do futuro
E da solidão que em minha porta bate
E eu gostava tanto de você
Gostava tanto de você
Eu corro e fujo destas sombras
Em sonhos vejo esse passado
E na parede do meu quarto
Ainda esta o seu retrato
Não quero ver para não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você
E eu gostava tanto de você
Gostava tanto de você..."


Essa música foi escrita por Edson Trindade...
Diferentemente do que se imagina, essa não é mais uma música de amor...
Essa é uma música de dor pela perda real de alguém muito amado.
Reza a lenda que a música foi escrita para a filha do autor que morreu num acidente...
Essa música, vista sob este contexto, faz a gente pensar nas pessoas que amamos e no tempo que desperdiçamos por não viver esse amor na sua plenitude... aí quando as perdemos vemos claramente quantos "eu te amo" economizados... quantos carinhos contidos... quantas oportunidades de abraços desperdiçadas...


Quando perdemos alguém que amamos de verdade, só um coisa conforta: saber que fomos inteiros, plenos, que nos entregamos completamente, sem medo que doesse, sem medo de nos arrependermos depois...


O filme que melhor retrata esse tipo de amor é Cidade dos Anjos:



Sob qualquer circunstância o amor vale a pena...
Mesmo que voce venha a perdê-lo...
Mesmo que vc se descubra não amada...
Mesmo que vc se decepcione com a pessoa amada...
Mesmo que vc tenha sido enganada...
Mesmo que vc tenh se machucado com ele...
Tenha a certeza que vc se rendeu a esse amor
Só assim, se um dia esse amor se for, vc vai ter a certeza de ter sido maior do que ele...

quinta-feira, 14 de maio de 2009

PRO-CURA


“O nosso maior medo, não é sermos inadequados.

O nosso maior medo é ter mais poder do que podemos medir.

É a nossa luz que nos assusta e não a nossa escuridão.

Perguntamos a nós mesmos: quem somos nós para sermos brilhantes, talentosos e fabulosos?

Na verdade, QUEM É VOCÊ PARA NÃO SER?

Você é uma criança de Deus.

Fingir que é pequeno não ajuda o mundo.

Não há nada de inspirador, em se conter, para que as pessoas não se sintam inseguras perto de você.

Estamos todos destinados a brilhar, como crianças.

Nascemos para manifestar a glória de Deus dentro de nós.

Que não vive só em alguns, vive em todos nós.

Quando deixamos a nossa própria luz brilhar, inconscientemente permitimos que outras pessoas também o façam.

Quando nos livramos do medo, a nossa presença automaticamente liberta os outros também.” (Nelson Mandela)
Este post é dedicado à minha amiga Andie.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

MOVIMENTO THINSPO PRO-CURA II

Susan Boyle el "Britain's got talent 2009" (subtitulado)
Vídeo enviado por vidalpascual

Confesso que até há 30 min atrás nunca tinha ouvido falar em Susan Boyle...

Mas bastou um click para estar desaguando em lágrimas...

O que há de tão especial nela?

Qual o seu talento?

Todos diriam unanimemente: A voz!!!

Eu diria: não! Não é a voz! O seu talento especial é a perserverança. É não desistir nunca! É acreditar que um sonho pode se transformar em realidade! É acreditar que ela pode ser o que é sem ter vergonha de ser!

Aqui vai um pouquinho da história dela:

"Susan nunca teve um namorado. Cresceu, envelheceu e teve na música o seu único alento na vida. Porém, com problemas de auto-estima, nunca apostou em seu talento natural. Inscreveu-se, enfim, para participar do Britain's Got Talent dois anos após a morte de Bridget, sua mãe, em 2007. Ela era fã do programa e dizia que, se um dia Susan fizesse sua inscrição no reality show, seria vencedora. Disse Boyle: "Eu nunca acreditei que era boa o suficiente. Foi só após a morte de minha mãe que tomei coragem para fazer minha inscrição. Foram tempos difíceis, sofri de depressão e ansiedade. Mas após a escuridão vem a luz. Queria que minha mãe tivesse orgulho de mim, e a única maneira de fazer isso foi correndo o risco de participar do show".

(http://www.interney.net/)

Ela correu o risco...

Esse talvez fosse o seu pior medo... mas ela foi lá e fez!

Quantas vezes a gente desiste sem tentar. Outras vezes desistimos na primeira adversidade, outras vezes na primeira derrota...

As vezes desistimos de uma faculdade por reprovarmos uma matéria... outras vezes porque o professor nos chama de gorda... Desistimos de um namorado porque tememos perde-lo... Desistimos de um sonho por medo de fracassar...

Quando era pequena na escola ela recebeu de presente de aniversário uma garrafinha que dizia: Semancol! Ela, no entanto, não se mancou e persistiu com o seu sonho. Talvez por isso a música que ela escolheu foi: I dreamed a dream...

Essa música é um clássico de Os Miseráveis e também foi cantada por Aretha Franklin na posse de Bill Clinton.

O Movimento Thinspo Pro-Cura procura pessoas que não tenham medo de sonhar e persistir no seu sonho. O Thinspo acredita que os sonhos podem ser maiores do que o peso que se pesa...

Nós achamos Susan Boyle que se curou do medo de usar o seu talento... O Movimento Thinspo PRO-CURA vai achar você também...

Se você tem alguma experiência de ter vencido o medo de alguma coisa ou ter vencido a anorexia/bulimia, conte sua história aqui...

domingo, 29 de março de 2009

MOVIMENTO THINSPO "PRO-CURA"...

(RJ)


(Sydney)



Sou dessas pessoas que acredita que "uma atitude real de carinho e amor de cada vez é capaz de mudar o mundo..."


Ver ontem milhões de pessoas reunidas em torno de um só objetivo (lutar contra o aquecimento global) solidificou ainda mais essa crença...


Estou há quase dois anos no Thinspo e vejo o poder que a união entre as pessoas é capaz de fazer... só que esse poder de união pode ser usado para o bem e para o mal...


Vejam um exemplo, alguém escreve em seu primeiro post:


"Oi...
Preciso começar este blog, este espaço onde posso ser uma pessoa que ninguém conhece, e sobretudo porque preciso de força e apoio para conseguir alcançar o que quero. Como muitas de vocês eu tenho uma meta e tenciono chegar lá, o problema é que preciso mesmo de muito apoio, dicas e conselhos para conseguir.

(...) Acabei de fazer o plano de comida para esta semana, espero conseguir cumprir, na faculdade torna-se mais difícil, porque existe aquela maldita prateleira de calorias.
Vou contando como correu o meu dia nos próximos dias. Desejem sorte à novata.


Esse post foi escrito em novembro e tudo que ela fazia para emagrecer era: " (tomo) chá verde, cola zero, água com drenante para a retenção de liquidos… laxantes e só nao mio pq nao sei e cada vez que tento parece que morro"

Olha o primeiro comentário que ela recebeu:


"(...) Quero deixar claro que eu sou Pró-Anna e Pró-mia, sim...


"(...) Regra única (que eu criei agora... huahuahuahua) se essa é a sua primeira vez no mundo 'restrito' das meninas... vc vai ter de fazer NF. ou seja: intimada mesmo, a partir da zero hora do dia 10/11 e nao quero nao como resposta..."


Quatro meses depois... e com tanto "apoio" como ela está hoje?


"Meninas vou afastar-me por um tempo, quero ver do que sou capaz... ultimamente tenho perdido muito o controle e ando entregue à mia..."


Isso faz a gente pensar, não?


Vejo inúmeras pessoas aqui nos blogs que, por não saber como lidar com suas tristezas e com suas perdas, se unem a outras pessoas que tem o mesmo sentimento e no lugar de criar maneiras de lutar contra aquilo que as aflige, buscam inúmeras formas de perpetuar esse sofrimento...



Não é isso que acontece nos blogs "pro-ana" e pro-mia?


Mas... Como ser "pro" doença?


Se você parar para olhar, vai perceber que a grande maioria das meninas quando chegam aqui não estão doentes... estão apenas buscando acabar com a tristeza que elas tem e que supõem ser em consequência do seu peso...


Mas... peso vai... peso vem... mas a "maldita" tristeza não passa... a tristeza é que é a própria doença!!!



É por isso que sou "pro-cura"! E procuro pessoas que estejam a "pro-cura" disso também!


E se nos juntássemos num movimento pro-cura?


Se milhões de pessoas conseguem se juntar para apagar algumas luzes e acham que com isso podem mudar o mundo (e podem mesmo!), o que aconteria se nós nos juntássemos para acender alguns corações que de tanta tristeza se apagaram e deixaram de brilhar?


Sou "pro-cura" e procuro pessoas que se curaram de anorexia/bulimia ou que estão a "pro-cura" disso...


Gostaria que a mensagem deste post de hoje pudesse se espalhar mundo afora e que pessoas ajudassem a "pro-curar" pessoas "pro-cura"...


Alguém pode dizer que eu sou uma sonhadora... mas eu gostaria de dizer como Lennon que "eu não sou a única... e espero que, um dia, você possa se juntar a mim..."


Se vc quer se juntar a nós... deixe uma dica, sugestão, depoimento, comentário, ou faça circular esse post onde for possível...


Procuro por pessoas "pro-cura" que se importem com os outros...


Você se importa?



sábado, 28 de março de 2009

A HORA DO PLANETA - Eu participo!



Em sua vida...
.
Como você pode apoiar a Hora do Planeta?
.
Às 20h30 do dia 28 de março de 2009, cidades em todo o planeta irão apagar as luzes durante uma hora, num ato simbólico, como uma eloquente mensagem de que é possível agir contra o aquecimento global e as mudanças climáticas. Existem diversas formas pelas quais você pode apoiar a Hora do Planeta em 2009, seja apagando as luzes da sua sala durante a noite, divulgando a mensagem da Hora do Planeta entre amigos, locais onde você compra e frequenta ou mesmo contribuindo financeiramente. As informações a seguir explicam os vários níveis de comprometimento que você pode assumir com a Hora do Planeta.

1) Inscreva-se no site da Hora do Planeta
.
Mostre seu apoio à Hora do Planeta, inscrevendo-se no site do movimento no Brasil, gratuitamente. Você receberá informações regulares sobre o andamento da ação.

2) Mobilize: Monte sua equipe
Uma boa equipe é um dos maiores fatores de sucesso para fazer acontecer a Hora do Planeta ao redor da Terra. Reúna um pequeno time de pessoas e organizações comprometidas para ajudar a planejar como será possível apagar as luzes por uma hora na sua área. Sua equipe Hora do Planeta pode incluir seus amigos, colegas de escola, familiares e vizinhos, o diretor da escola local, o prefeito da cidade e/ou líderes empresariais. Reúna uma equipe que queira dedicar tempo e esforço para fazer acontecer a Hora do Planeta e você estará pronto para começar.

3) Divulgue a Hora do Planeta
.
Para inspirar-se e inspirar aqueles com quem você fala sobre a Hora do Planeta, visite a página www.horadoplaneta.org.br e assista aos vídeos da Hora do Planeta.
Pense em como você poderia divulgar a ação e encorajar o maior número possível de pessoas, cidades e empresas a desligar as luzes por uma hora a partir de 20h30 do dia 28 de março. Pensando localmente, você estará agindo globalmente. Convoque seus amigos para a causa da Hora do Planeta. Envolver seus amigos e vizinhos é o caminho mais fácil para participar da Hora do Planeta e ajudar a fazer a diferença para o nosso planeta. Faça o download do kit de mobilização online e mande emails, banners, adicione as mensagens da Hora do Planeta na sua assinatura de email, SMS, Messenger, Skype, participe das comunidades no Orkut, Twitter, Flickr, You Tube e Facebook. Espalhe a idéia!

domingo, 22 de março de 2009

SOBRE O TEMPO...


Outro dia troquei alguns emails com uma pessoa que gosto muito. Entre outras coisas os emails diziam o seguinte:

(...) “Não sei se vai gostar tanto desta notícia mas a verdade é que no dia em que defini "o ponto" defini também que quero sentir-me bem em meu corpo... então estou fazendo dieta. Acha que estou agindo mal”?

(...) “Eu vim deixar-lhe uma mensagem muito rápida, estou completamente estourada. Nem tenho muito tempo para ter medo do fantasma ou pensar demasiado nele... estou sempre ocupada”!

(...) “Pois, tenho medo que a dieta me traga compulsões, e que isso me deixe mais instável, depressiva, etc”.

(...) “Não acho que voltei à obsessão da perfeição, simplesmente o verão está à porta, as roupas tornam-se escassas, as pessoas começam a pensar em praia, e eu a desesperar porque não me quero mostrar com XX kgs na praia...”
.
O argumento de que o verão está à porta me fez ficar pensando na importância que a gente dá ao tempo...
Respondi aos emails mas continuei pensando na questão e ela se transformou neste post...

Vc já pararam pra pensar como esse "relógio" que inventaram não tem nada a ver com a gente?
.
Natal - tempo pra ser bom e pra se entupir com comida
Reiveillon – tempo pra ser feliz; tempo pra esquecer o tempo que passou; tempo pra recomeçar; tempo pra tomar todas...
Carnaval – tempo pra esquecer dos problemas; tempo pra ficar insanamente feliz...
Verão - tempo pra ser magra...etc etc etc
.
Pra que tudo isso? Pra que tanta pressão? Nós já temos tantas!Pra que pensar em praia se muitas vezes não temos tempo nem pra ir lá? Nem pra respirar?
.
Não temos tempo pra ligar pros amigos...
Não temos tempo pra se importar com os outros...
Não temos pra olhar nos olhos e dizer: eu te amo!
Não temos tempo nem para olhar pra nós mesmos...

E por não termos tempo deixamos que nosso “tempo” seja controlado pelo relógio dos outros...

Ultimamente ando completamente sem tempo...
.
- tempo pra falar do tempo
- tempo pra falar dos outros...
- tempo pra ficar teimando com quem não quer escutar
- tempo pra tentar provar qualquer coisa... principalmente alguma coisa sobre mim mesma...

E por não ter tempo a perder, só o gasto com coisas absolutamente necessárias:

- estar com amigos
- subir montanhas
- me importar com o sofrimento alheio
- olhar nos olhos da pessoa que eu amo e dizer: te amo!
- falar por horas a fio com pessoas que muitas vezes nem conheço pessoalmente pra tentarmos juntas achar um “ponto”...
- Abraçar as pessoas que eu amo
- dar a mão a quem precisa...
- me perdoar pelos meus erros, que são tantos!
- acordar duas da manhã por que alguém precisa dizer alô...
- visitar minha mãe que ta sempre de braços abertos quando eu chego!
- Ah sim! Eu também trabalho e muiiito... e também estudo! E também sou responsável pelo Thinspo...
- Ah! Eu vou a praia também... não apenas quando to magra ou quando é verão... vou a praia quando o vento me chama... vou a praia quando o céu de tão nublado se confunde com mar... vou a praia quando preciso que a chuva lave minha alma, vou a praia quando meus pés sentem vontade de pisar na areia... faço isso de biquine ou de roupa mesmo... não importa!

E vocês, que importância dão ao tempo que vocês têm?

Será que temos mesmo tempo pra gastar com tanta exigência absurda a respeito de nós mesmos?

Tem uma música do pato Fu, que gosto muito, que diz:

“Tempo amigo,
Seja legal...
Conto contigo pela madrugada...
Só me derrube no “final”

“só me derrube no final”... fico pensando nisso... Quanto tempo a gente gasta tentando derrubar a nós mesmos? Quantas estratégias a gente usa pra não ficar de pé? E pra que tudo isso? Pra dizer que não tem tempo? Pra não fazer o que podemos?

Não sei... fico pensando...
.
Como dizia Salomão... há um tempo pra tudo... Tempo de falar, tempo de calar...
Bem... não vou mais tomar o tempo de vocês! Acho que agora é tempo de calar... não é mesmo?

Beijos

sexta-feira, 20 de março de 2009

NIVER DA LANA!


Gente!
Hoje é o niver de uma pessoa ultra super especial pra mim: a Lana! (http://my--wonderland.blogspot.com/)
Nós nos conhecemos através do blog Perfection e a partir daí nos tornamos grandes amigas. O que eu mais gosto da Lana é sua sensibilidade, amorosidade, honestidade consigo mesma e a forma brava como ela vem enfrentando e vencendo o TA. Pra quem duvida se é possível vencer um TA, pergunta a Lana... Ela vem construindo a sua cura dia a dia e se tornando cada vez mais forte!
Minha meninazinha, desejo a você um feliz niver com tudo de bom que a vida pode te dar (e vc tá descobrindo que pode ser muito!).
Te adoro
Perfection
.
Não sei quanto tempo me resta e nem quantas "jabuticabas" ainda tem na bacia, mas o texto que vou compartilhar agora reflete exatamente como me sinto em relação ao tempo e as pessoas que eu amo .. esse texto dá pra gente a idéia da finitude e da importância que o tempo tem...
.
"Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquela menina que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ela chupou displicentemente, mas percebendo que faltavam poucas, roeu o caroço.
.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
.
Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas que, apesar da idade cronológica, são imaturas.
.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
.
Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: 'as pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.
.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...
.
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana, que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade(E DA SUA INFALIBILIDADE, acrescento eu), defende a dignidade dos marginalizados, um amigo que me queira apesar de nada, e deseja tão somente andar ao lado de Deus.
.
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo".(Ricardo Gondim)
.
Lana, você é uma dessas pessoas humanas, muito humanas, com a qual eu tenho prazer de compartilhar a vida!
.
Esse texto é dedicado a você!

sábado, 7 de março de 2009

APENAS UM PONTO...

Oi meninas!


Que saudade!


Desculpem a demora em postar... é que meu processo de escrita é muito particular... Sou como a primavera, as vezes preciso de um tempo para florescer.


Continuo sempre presente no msn (em off, como todo mundo sabe) e respondendo todos os emails (quem quer falar comigo me acha).


Recentemente recebi um email que falava de um "ponto"... Achei interessante e vou compartilhar com vocês.


Quando assisti o filme "Efeito Borboleta" pela primeira vez, saí do cinema meio que em transe. Alguém pode pensar: Mas que exagero! O filme nem é tão bom assim!


É verdade... o filme nem é tão bom assim. Mas a mensagem que ele traz é forte e impactante. Se você consegue abstrair as imagens e vai para a mensagem do filme vai perceber um ponto crucial no filme: a questão das escolhas...


Tudo começa numa escolha e cada escolha muda tudo completamente!


Quantas vezes ele teve que voltar ao passado para corrigir todas as besteiras feitas. Cada ação tomada levava a consequências inimagináveis para ele e para os outros. Infelizmente ou, quem sabe, felizmente isso não é possível!


Isso me faz lembrar uma frase que gosto muito: "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim"


Então...


Todas nós tivemos, em algum momento, num "ponto" em que a nossa escolha nos levou a algo que não queríamos. Muitas vezes até achamos que estar onde estamos não foi uma escolha nossa. Olhe pra trás... será que não foi mesmo? Será que não deixamos alguém fazer essa escolha por nós? Isso não é uma escolha também?


Que tal olhar pro presente? De que "ponto" você pode recomeçar e fazer novas escolhas?


Nesse vídeo, um "ponto" me chamou muita atenção:


"Realizar um sonho, não começa com coisas complicadas...
Não começa pelos outros...
Começa por um ponto...
Um ponto dentro de você!"

video

Este post é dedicado à Miss Aninhas, Lana, Anna Dark, Andie e Fê (Natal) por suas corajosas tentativas de recomeçar de um "ponto" ...

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

FELIZ ANO NOVO!!! PARTE 2

video

Ufa! São 5:50 da manhã... Eu consegui!!!

Feliz 2009!

True Colors

Você, com seus olhos tristes,
não fique desanimado
oh, eu imagino que é difícil criar coragem
num mundo cheio de gente
você pode perder a visão de tudo,
e a escuridão dentro de você
pode fazê-lo se sentir tão insignificante...
Mas eu posso ver suas cores verdadeiras
brilhando sem parar
Vejo suas cores verdadeiras
e é por isso que eu te amo
então, não tenha medo de deixá-las aparecer
as suas cores verdadeiras
as cores verdadeiras são bonitas como um arco-íris

Então, dê um sorriso pra mim
não fique triste,
não me lembro quando foi a última vez que eu te vi sorrindo
Se este mundo te deixar louco
e você já não agüentar mais,
ligue pra mim
porque você sabe que estarei ao seu lado

E eu verei suas cores verdadeiras
brilhando sem parar
Vejo suas cores verdadeiras
e é por isso que
eu te amo
então, não tenha medo de deixá-las aparecer
as suas cores verdadeiras
as cores verdadeiras são bonitas como um arco-íris

Que em 2009 todas vocês possam brilhar com suas cores verdadeiras!

Babi, Ferr, Fê, Ana Blood, Ana Blues, Barbie, Cami, Camila, Dolce Vida, Tange, Gabi, Indh, Marcelle, Marcy, Nise, Sarah, Tha, Boneka, Lisa, Naturline, Little Twin Stαrs, Iara, Marta, Inês... e quem mais esteve por aqui... Desejo um 2009 cheio de novas escolhas e possibilidades!

* Quando eu fiz este post eu me lembrei muito da Inês!!! Ela deve saber por que...(q saudade!)